Criar blog

O que as causas sociais tem a ver com o seu blog?

Publicado por Marilvia Oliveira em 31/01/2013 às 08h20

O Relatório de abril de 2012 sobre interesse por causas sociais – 2012 Edelman Goodpurpose Study – mostra que o interesse por causas sociais tem valor de compra, ou seja, na medida em que uma empresa está envolvida em causas sociais – sendo seus produtos bons e de preço justo – a balança do consumo irá pender para o seu lado.

No Brasil, esta consciência vem se estabelecendo progressivamente. O relatório informa que, no mundo, a preocupação com as causas sociais cresceu 26%. No âmbito dos países, houve crescimento expressivo no Japão (+100%), China (+79%), Holanda (+43%), India (+43%), e Alemanha (+36%).

A pesquisa, que é a 5ª desta natureza, foi conduzida com consumidores maiores de 18 anos, em 16 países, em amostra idêntica. Vale a pena ler os detalhes da pesquisa como, por exemplo, o fato de que, no Brasil, as pessoas se manifestam com maior intensidade sobre as causas sociais do que em outros países. Entre estas causas sociais, surgem itens como melhoria de qualidade na saúde, proteção do meio ambiente, acesso à água potável, oportunidades iguais de educação, redução de abuso e violência, alívio da fome e dos sem-teto, direitos humanos e civis, aumento da tolerância com as minorias e outros.

O que tudo isso tem a ver com você? Reflita sobre as causas que seu blog pode apoiar e como ele pode incorporar o tema em seus posts. Ao criar blog, há ações possíveis como incorporar selos para que as pessoas acessem links onde façam doações até manifestações a favor/contra determinadas situações. No sitePX você tem o recurso do destaque que pode ser colocado na barra lateral ou na base do site e onde você pode instalar os selos das causas que apóia. Você estará contribuindo com a humanidade e caminhando em uma direção segura em termos de contexto social onde seu blog se posiciona.

Estudo: 2012 Edelman Goodpurpose Study

Categoria: Conteúdo, Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

Organizando entrevistas para seu blog

Publicado em 30/01/2013 às 23h34

Entrevistar gente de prestígio e com efetivo know-how em uma área é um ponto forte para quando criar blog ou post sobre temas específicos. A entrevista pode oferecer conteúdo de valor e até novidades na abordagem de determinados temas, se você fizer as perguntas certas. Para isso, é importante ter o mesmo cuidadoso planejamento que você teve ao criar blog. Pense em quem é o seu público, como quer chegar até ele, que retorno espera em comentários ou interações, enfim, organize para ter máxima eficácia.

Algumas dicas importantes neste sentido:

1 – Faça lição de casa – Pesquise o básico sobre o tema para poder fazer perguntas que vão além deste nível e tragam real contribuição. Em entrevista sobre educação digital, coloque nas perguntas os conceitos ligados ao tema. Isto evita que o entrevistado tenha que perder tempo com questões primárias sobre o tema.

2 – Busque o frescor – Em cada assunto, há subtemas ou enfoques que estão no ponto alto da atenção das pessoas. Coloque questões que tragam estes temas mais quentes, mais falados.

3 – Assegure abrangência – Não deixe de contemplar o todo, em algum momento, para que o leitor não fique com dúvidas sobre outros enfoques que não foram tratados.

4 – Pergunte com inteligência estratégica – Insira pelo menos uma pergunta sobre a visão estratégica do assunto, para fazer com que o leitor amplie a sua compreensão sobre o tema. Conseguirá o efeito daquele ditado indiano: se um elefante entrar em uma tenda, ela nunca mais será a mesma.

Ao final da entrevista, não se esqueça de colocar uma foto do entrevistado e um mini curriculum vitae para que possa ser reconhecida sua expertise formal sobre o tema.

Categoria: Conteúdo
Comentários (0) e Compartilhar

Link building - e agora?

Publicado por Marilvia Oliveira em 27/01/2013 às 12h40

Depois das alterações que o Google fez, em 2012, no seu algoritmo, muita gente saiu gritando que o link building é uma prática que morreu. Mas você sabe que construir uma rede de links que apontam direto para o seu blog é o que conta para você estar bem no ranking dos blogs. Por que então toda esta fúria?

Ocorre que muitas pessoas forçaram a situação com a construção de links. Sabe aqueles comentários sem pé nem cabeça que entravam em seu blog? Eles eram feitos para que se criassem links do site ou blog destas pessoas para o seu. Eram coisas do tipo “gostei muito de seu post” etc. Buscaram o caminho mais curto para conseguir o que os motores de busca queriam encontrar.

O resultado é que as pessoas que fazem isso podem ter seus blogs banidos pelo Google. E que algumas coisas morreram ou estão para morrer neste percurso.

Mas sobrevive, rei absoluto, o conteúdo. Blogs são feitos para apresentar conteúdos relevantes. Que isto vença pois é o caminho que dará certo. Lute, por exemplo, não para estar no ranking de um diretório de blogs mas, sim, no ranking de um blog importante de sua área que o inclua em uma lista de “melhores blog sobre tal assunto”.

Faça parcerias com outros blogs que tenham conteúdo complementar ao seu. Se estes blogs parceiros linkarem com o seu e vice versa, estará construindo um link building de qualidade.

Você que, ao criar blog, se decidiu pela plataforma do sitePX, não se esqueça também dos links externos que incluirá no seu post. Eles são importantes porque estimulam a leitura de textos complementares ou que sejam referências no seu post. Ao incluí-los, terá a opção de nos dispositivos do sitePX, fazer com que a pessoa possa sair ou não do seu site para ir visitar os links sugeridos. Estude as opções e decida qual a melhor no momento em que estiver escrevendo. 

E continue promovendo ações para link building. Elas são importantes, sim. Só que tem que ser legítimas!

Categoria: SEO
Comentários (0) e Compartilhar

Como escolher um tema para o seu blog

Publicado por Marilvia Oliveira em 24/01/2013 às 07h40

Ao criar blog, um ponto de decisão importante é sobre o que você irá escrever. Deve ser algo que você conheça bem. Não precisa ter um conhecimento teórico. Terá mais sucesso se tiver um conhecimento prático, intuitivo, orgânico do assunto escolhido. Se você entende de flores, terá menos sucesso falando das espécies do que falando das flores que surgem em cada estação. Ficou claro?

A internet requer um conhecimento mais fácil de assimilar, o que não quer dizer que não tenha profundidade ou forte know how incorporado.

As pessoas querem informações e tem problemas com relacionamentos, saúde, dinheiro, dívidas, beleza, carreira, autoridade. Quando criar blog, centre seu trabalho em responder claramente a um aspecto da situação escolhida. Digamos que sejam as dívidas. Seu foco poderá ser: como negociá-las. Mas poderá também ser: como enfrentar a angústia de ter dividas e não saber quando vai saldá-las.

Mesmo que você escolha um nicho muito, muito específico, saiba que poderá ter sucesso se a ele se dedicar com clareza e uma estratégia bem definida, um foco bem claro. Em vez de ampliar o tema e perder seu foco, amplie as redes sociais a que estará integrando o blog - como já dissemos, o sitePX faz isso direto para você.

Às vezes, receberá demandas que você não planejou atender. Imagine que você escolheu como foco discutir os problemas emocionais decorrentes das dívidas. Mas você acaba sendo chamado a falar sobre como negociar. Busque formar um networking com blogueiros que serão complementares ao seu tema e para onde você poderá redirecionar perguntas que fujam a seu tema. Se construir este relacionamento com sinceridade e foco, logo terá links destes blogs em seu blog, construindo uma rede de links que é uma das estratégias para criar blog e fazê-lo acontecer junto aos motores de busca, pelo motivo certo: links genuínos, da rede que você formou.

Caso queira discutir um pouco sobre os temas sobre que está pensando em escrever, nos acione. Teremos o maior prazer em fazer esta reflexão com você.

Categoria: Conteúdo
Comentários (0) e Compartilhar

Precisamos melhorar a performance nas mídias sociais

Publicado por Marilvia Oliveira em 22/01/2013 às 07h00

Você decidiu criar blog, utilizou a plataforma do sitePX e, imediatamente, aplicou suas facilidades como, por exemplo, linkar seu blog às redes sociais. Isso é tecnologia disponível para seu benefício e o sitePX investe forte nesta atualização. Mas isso não é tudo. Além de usar os recursos da tecnologia, invista no seu “toque pessoal”, no dizer de Naisbitt.

A linguagem para cada mídia é única. Ao postar no blog, ou no twitter, e mesmo inserir um post no Facebook, você tem que atrair seu público de formas diferenciadas.

O leitor de twitter não quer grandes textos. Nem admite! O título do seu post tem que ser reduzido para entrar no twitter, além de trazer o conteúdo essencial. Que nem sempre está no título...

A mensagem do facebook ficará melhor se acompanhada de uma imagem adequada. Não é só colocar imagens que já cansaram a gente. Tem que ser coisa nova, que mostra ter sido pesquisada, catalogada, apreciada.

Da mesma forma, o texto não pode ser enorme. Tem gente que escreve no facebook como se estivesse escrevendo um artigo. O facebook não comporta textos enormes, sob pena de ninguém abrir o “see more”.  Criar blog traz esta facilidade: permite ir além do texto mínimo das redes sociais.

No facebook, você coloca o link do post e duas linhas sobre o tema. A pessoa clica e, se  quiser ler mais, vai ao post. Dê um tempo para os memes – eles também estão cansando, pelo excesso.

Enfim, temos que repensar a forma de nos conduzirmos nas mídias sociais, para sermos mais eficazes com os nossos objetivos de comunicação. Alias, este post deveria começar assim: qual é o seu objetivo de comunicação? Sem uma resposta a isto, fica difícil acertar.

 

 

 

Categoria: Redes Sociais
Comentários (0) e Compartilhar

Blogs que trabalham com a sistematização da informação

Publicado por Marilvia Oliveira em 19/01/2013 às 07h00

Uma pessoa muito experiente em voluntariado pode criar blog organizando o conhecimento sobre o tema: o que é o voluntariado, como ele ocorre nos diferentes tipos de organizações, países e para distintos objetivos, que leis existem sobre o assunto e assim por diante. Trata-se de um blog que sistematiza as informações, transformando-as em efetivo conhecimento. Estará compartilhando experiência e know-how.

Nesta área especifica que escolhemos como exemplo – o voluntariado – existe uma lista enorme de assuntos e informações que podem interessar a organizações, preocupadas em envolver seus funcionários em atividades voluntárias, ou a grupos associativos e assim por diante. Mesmo jornalistas podem ter um blog destes como referência para pautas dirigidas ao voluntariado.

Quais os pontos que, ao criar blog em uma área de conhecimento, você deveria ter em conta? Em primeiro lugar, discernir bem os campos de interesse ligados ao tema. No voluntariado, interessam as experiências, os testemunhos, as formas de treinamento de voluntários, as áreas de voluntariado. Interessam, ainda, as organizações de voluntários tanto nacionais como internacionais.

Quando o responsável pelo blog lista as várias áreas de interesse, observará que tem mais competência em algumas delas e menos em outras. Desta forma, estabelecerá páginas com as áreas em que tem mais força, e colocará os outros temas em um grupo mais genérico. Desta maneira, não perde a oportunidade de falar sobre tudo, mas concentra os principais temas nas categorias com que estará lidando de maneira mais específica.

Ao criar blog, identifique cada categoria com uma página e ali, ainda, poderá criar divisões se utilizar um recurso que o sitePX lhe disponibiliza que é a listagem de itens. Esta organização lhe dará mais clareza e melhor compreensão do conjunto pelo leitor.

Em áreas assim dinâmicas, é importante não esquecer de incluir sempre que possível as entrevistas pois as pessoas gostam dos testemunhais já que voluntariado é uma área de vivência bastante pessoal.

 

 

 

 

 

Categoria: Conteúdo
Comentários (0) e Compartilhar

A inteligência e a síntese no infográfico

Publicado por Marilvia Oliveira em 17/01/2013 às 22h00

O infográfico é uma forma inteligente de sintetizar informações e dados. Em vez de se escrever um texto, são produzidos desenhos, gráficos, pequenos títulos, e se tem uma notícia completa, em segundos.

A produção de um infográfico tem a ver não só com uma síntese visual mas também com elementos bem organizados ligados à nossa percepção visual, à simbologia das cores e à significação e orientação das formas.

Infográficos são muito utilizados em jornais e revistas mas você pode utilizar em seu blog para criar um efeito expressivo no leitor, sem recorrer a textos. Ou como suporte de um texto que se tornará mais claro com o infográfico.

Ao criar blog e preparar os seus posts, considere incluir infográficos regularmente. O resultado gráfico final será muito agradável e evidenciará sua capacidade analítica e de síntese: a inteligência com que conseguiu assimilar e repropor os dados em uma forma visual.

Um site interessante para você testar sua capacidade de síntese é o easel.ly.com. Ele oferece templates sobre os quais você vai fazer suas alterações. Muito fácil de usar para treinar. Para o Brasil, tem o inconveniente de não ter acentos.

O Google Docs também permite fazer infográficos, embora sem tantos recursos. Quem domina Paint Brush ou similar, terá facilidade em criar infográficos.

Fiz o infográfico abaixo em 20 minutos, com dados da Pesquisa Barômetro do Otimismo,conduzida por IBOPE Inteligência e Worldwide Independent Network of Market Research (WIN) em 2012 e divulgada agora em janeiro 2013. A pesquisa é riquíssima mas selecionei apenas dados gerais para exemplificar. Depois vá conferir o relatório porque vale a pena.

Este infográfico precisa ainda algum aprimoramento e pode incorporar mais dados mas, como disse, foi feito mais como exemplo. Salvei como arquivo de meu computador e, no sitePX, fiz o download da imagem, para incorporar ao blog. No site easel.ly, que está em versão beta, não conseguir salvar. Apesar disso, como disse - vale para treinar!

Categoria: Conteúdo
Comentários (0) e Compartilhar

Malandro é malandro, e mané é mané

Publicado por Marilvia Oliveira em 15/01/2013 às 10h00

Já ouviram a música do Bezerra da Silva "Malandro é malandro"? Vai lá ouvir e cantar!  Quando 2012 acabou, o filme brasileiro Penetras entrava, celebrando o jeito malandro do carioca, e conseguindo boa audiência. O filme inicia com esta música. Se você entrou 2013 e não viu o filme, vale a pena tentar ver. Vai rir muito e se divertir com a música brasileira.

Mas por que estamos falando nisso? Porque tem blog malandro e tem blog Mané. O blog malandro é de quem sabe das coisas e sabe o que quer. E o blog Mané? É o blog que se amarra em um caminho e não sai de lá nem que a porca torça o rabo, como diz o ditado popular.

Faça o seu blog deixar de ser Mané, sem sal, com postagens esparsas, sem ter público e assunto claro, sem link com nada no mundo, solto no cyberespaço cantando para você, junto com o Caetano Veloso: “Às vezes no silêncio da noite, eu fico imaginando nós dois... Por que você me deixa tão solto?? Por que você não cola em mim?”.

Vamos lá, ao criar blog, integre todas as ferramentas de redes sociais no seu blog – ele não vai mais ficar sozinho. Turbine-o com vídeos, infográficos, memes, textos gostosos de ler, informação de quem “sabe das coisas”. Se não souber de algumas destas coisas, continue ligado em nosso blog que, pelo menos três vezes por semana, falamos de pelo menos um destes temas..

O sitePX põe esta tecnologia toda aos seus pés. Migre para lá ou, se não tem blog ainda, vamos criar blog agorinha. A plataforma é super amigável. E comece com direção certa, em rumo seguro, buscando objetivos bem concretos, do tipo:

- quero falar com gente que pode comprar meus produtos ou serviços.

- quero conexões com pessoal que pode me contratar;

- busco aparecer porque quem não aparece na internet, desaparece;

- não vou me atrapalhar com bobagens, preguiça ou cismas – vou arrebentar e acontecer.

- não quero ser da galera dos blogs manés!

Combinado?!

Categoria: Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

Memes e virais – é fácil criar?

Publicado por Marilvia Oliveira em 12/01/2013 às 10h00

Meme é um termo criado em 1976 por Richard Dawkins com o sentido de uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro. Diferente de viral, que é algo que se espalha em rápida velocidade.

Existem vários blogs de meme como o Memes Brasil. Que blog de meme você  usa para selecionar seus memes?

Hoje, o pessoal se farta de copiar memes e incluí-los em suas páginas do facebook, às vezes até em freqüência excessiva que chega a cansar o leitor. O meme traz a crítica, a inconseqüência, os preconceitos, o humor - ele é, enfim, meio iconoclasta. Para aqueles a quem a linguagem às vezes grotesca não agrada, há memes engraçadinhos, leves que vão de encontro a preferências mais singelas.

O meme está evoluindo para contar uma pequena história, por isso, as tirinhas são o melhor espaço para elas. E outra direção desta evolução é a inclusão no marketing. Ao criar blog de um assunto determinado, considere incluir, além de imagens - vídeos e memes, em um equilíbrio com o texto e o conjunto de suas postagens. A plataforma de sitePX permite que você crie o blog e possa incluir vídeos, galeria de memes e outros arquivos, ao criar blog com seus recursos.

Vou citar algo que pode estimular sua criatividade. Em 2004, um meme criado por um site norueguês – Prikk – comparou Estados Unidos e Europa. Eram duas mulheres, usando calça comprida. A européia, em boa forma, com uma cestinha com vinhos e a segunda, norte-americana, muito gorda, com cestinha de produtos do McDonald´s. No ano seguinte, surgiram várias versões deste meme, e até mesmo um template (veja ao final), que facilitou a comparação relativa a outros temas como trens, carros, etc. Da mesma forma, o meme foi adaptado para comparar países e USA.

Pense em um meme que possa dar origem a um template e daí receber a contribuição de inúmeras pessoas. Hoje, pessoas mais familiarizadas com o trato da imagem, criam seus próprios memes a partir de outros. Na literatura da área, observa-se a presença do Brasil como no meme Tenso, onde vários frames de uma foto são mostrados até que um deles, em close, mostra alguém com expressão totalmente contrária à dos demais, evidenciando estar tenso. Há quem diga que Tenso nasceu em um site estrangeiro e outros defendem que foi no Uol Jogos “Vale Tudo”. Independente da origem, mostra a força do Brasil no tema. Novelas como Avenida Brasil usaram os memes e divertiram muita gente (é culpa da rritaa! - lembram-se?)

De forma geral, contudo, meme é algo fácil de encontrar e copiar mas não tão fácil de fazer nem de recriar. Você tem que ir na essência de um assunto, contexto, relação - para encontrar o ponto de ironia ou humor e ali centrar o seu meme. Por isso passa de cérebro a cérebro de maneira tão forte. Mexeu com algo lá dentro de você. Templates, porém, ajudam para este fim. Como disse, deixe sua criatividade voar e inclua em seus recursos.

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Interações
Comentários (0) e Compartilhar

O que um almoço de negócios ensina

Publicado por Marílvia Oliveira em 10/01/2013 às 10h00

Muita gente reclama de que não tem assunto para o blog da empresa. No entanto, após um almoço de negócios, ou uma reunião negociação com cliente, as pessoas saem com várias informações na cabeça, entre as quais:

- pontos onde não conseguiu fazer um jogo ganha-ganha com o cliente e que constituem aprendizado em novas negociações

- pontos em que o cliente tem know how que precisa ser respeitado e traduzido em novas informações para o negócio

- informações sobre como anda o mercado em que vocês atuam

- informações sobre estratégias e táticas da concorrência

- sugestões que o cliente fez para aprimoramento de seus serviços e produtos

- passos importantes para se conseguir fechar o negócio com o cliente e que serão lição de casa para áreas da empresa.

 Tudo isto é comentado nas conversas de corredor ou elevador mas poderiam ser pontos de um briefing que seus funcionários lhe passassem por email. Algo de, no máximo, 1200 caracteres. Se instalar este procedimento, verá como estará colhendo material riquíssimo para um blog de sua empresa. Arredonde a informação, coloque-a em contexto neutro para que se preserve o conceito e não o caso. Refine o texto e crie um post para o blog.

As interações sociais em contexto de negócios sempre são ricas de informações que acabam perdidas porque ninguém as registra.

Vou dar um exemplo. O filme Negociação (Arbitrage), com Richard Gere é sobre a venda de seu império e o envolvimento de sua família no processo. Um dos momentos brilhantes do filme é quando Richard Gere - desesperado porque o comprador Mayfield posterga a compra, alegando “compliance” e outros motivos pífios - questiona seus parceiros sobre o que realmente ouviram. Somando os fatos, percebe o que está ocorrendo com Mayfield e acha a chave para fechar a negociação antes que descubram a fraude em que está envolvido. Outro aspecto do filme é como, em um diálogo no parque, com a filha, ele explica o que é fazer hedge – expressão que nem sempre a média das pessoas entende. Seu exemplo é claríssimo e explica melhor o contexto de fraude em que se vê envolvido.

Ao criar blog para a sua empresa, instale ligações com as redes sociais – o sitePX lhe permite fazer isto rápido – e obtenha uma rede de informações. Além disso, use a riqueza de informações ao seu redor, especialmente em momentos em que as pessoas estão comprometidas com o processo de discussão, como é um almoço de negócios – para registrar dados relevantes que alimentarão o blog de sua empresa e o tornarão extremamente interessante, em seu setor de atuação.

Leia também: criarsites.net.br

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Interações
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwB|left tsN fwB|left show fwB|bnull|||news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR b01 c05 bsd|normalcase c05 b01 bsd|login news normalcase fwR b01 c05 bsd|tsN normalcase fwR b01 c05 bsd|b01 normalcase c05 bsd|||