Acolhedor como uma avó, digno como um rei

Publicado por Marílvia Oliveira em 09/08/2013 às 10h13

O titulo deste post é um verso do Capítulo 16 do Tao Te Ching, de Lao Tse. Conhecimentos assim milenares transcendem seu tempo e se aplicam até a contextos tão inovadores, como é a web.Será que Lao Tsé pensaria na aplicação de seus conhecimentos à web? Não importa – ele passou ensinamentos sobre a vida. E a web faz parte da nossa vida hoje.

Ao fazer um blog, o tom de seus posts tem que ser este – acolhedor como uma avó, digno como um rei. Existe lembrança mais gostosa do que a de uma avó, com seu colo acolhedor, seu abraço fofo, seu sorriso de amor? Existe algo mais terno do que o jeito com que um avô nos abraça e sorri, inteiro, para nós? Vai tão direto ao nosso coração que, quando adultos ainda lembramos como se fosse hoje.

Em alguns blogs, a gente encontra um tom raivoso, estridente – por que isso? A inteligência humana tem tantas nuances. Não precisa resgatar este componente agressivo da nossa natureza. No nível da inteligência, muita coisa pode ser dita, que vai ao âmago das questões, sem se comprometer com  a rudeza.

A dignidade de um rei faz a natureza humana bela, tira dela o melhor de si. Um rei digno é justo e claro. Poucas palavras e muita essência. Não falo dos reis atuais, tão cheios de forma mas tão triviais. Falo dos reis do tempo de Salomão, ou os grandes reis como Alexandre, o Grande. Aqueles que falavam com a verdadeira força do universo. De si vinha uma energia, uma intensidade que ultrapassava os limites do humano para transcender.

Em um blog, deveríamos escrever apenas quando estamos inspirados pela vida e pela verdade. A inteligência e a vontade de ser mais.

Infelizmente, às vezes nos deixamos levar pelo palco e exorbitamos. Outras vezes, nos deixamos conduzir pela emoção em revolta e expelimos fogo pelas ventas.  E aí nada agregamos a nós ou ao mundo, a não ser um vetor destrutivo.

Vejo o blog como uma missão onde cada um de nós é chamado a mais, no tema que decidiu tratar, para que o mundo naquele momento em que o post é lido se torne mais conciliador, mais aconchegante, mais inteligente, mais vivo e mais estimulador.

Quando escrevermos e observarmos que não passamos por este crivo. Melhor deletar e passar batido naquele dia.

Categoria: Conteúdo, Fazer blog
Tags: acolhedor, avô, avõ, fazer um blog, Lao Tsé, tom do blog

Enviar comentário

voltar para Criar blog

left show tsN fwB|left tsN fwB|left show fwB|bnull|||news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR b01 c05 bsd|normalcase c05 b01 bsd|login news normalcase fwR b01 c05 bsd|tsN normalcase fwR b01 c05 bsd|b01 normalcase c05 bsd|||