Criar Blog

Força para a agricultura familiar

Publicado por Marilvia Oliveira em 30/09/2013 às 23h25

Há alguns anos atrás, fui responsável pela coordenação técnica de um trabalho de organização de cooperativas junto aos assentados do Pontal do  Paranapanema. No trabalho, desenvolvíamos com os assentados, que já possuíam terras, e com os acampados - que estavam ainda aguardando uma terra, um trabalho de formação de negócios com os produtos agrícolas. Discutíamos seu beneficiamento, que agregaria valor, e as formas de comercialização assim como fazíamos, com cálculos simples, a formação dos custos, do preço e a identificação de seu lucro. A idéia era que vissem as possibilidades de um pequeno negócio agrícola familiar, ou cooperativado.

Saiu esta semana a Cartilha Estratégia de Acesso a Mercados para a Agricultura Familiar, com vários dos pontos que tratávamos, e outros importantíssimos como os órgãos de apoio institucional e governamental, com orientações de como usá-los, como se organizar para trabalhar em cooperação com eles. Fantástico suporte.

A iniciativa é da Fundação Banco do Brasil e União Nacional das Cooperativas da agricultura Familiar e Economia Solidária.

Você pode acessar a cartilha neste link

http://litoralsustentavel.org.br/wp-content/uploads/2013/09/Cartilha-Estrag_gia-de-Acesso-a-Mercados-para-a-Agricultura-Familiar-Fundacao-Banco-do-Brasil.pdf

É um material visualmente atrativo e os tópicos são tratados de forma objetiva e direta. Pelo que vivenciei dos grupos de assentados e acampados, acredito que vão precisar de um suporte técnico para descobrirem tudo que está nesta cartilha mas, com o apoio dos próprios órgãos, chegam lá.

Mas onde entra o suporte comercial de um site próprio?

Não vi nos caminhos de comercialização, um modo de divulgação para quem tiver produtos beneficiados, ou mesmo produtos in natura, com produção regular. Este caminho está pronto e precisa ser usado – bastará criar um site ou fazer um blog. Com um criador de sites, isto será fácil pois há modelos prontos que podem ser imediatamente usados, preenchendo-se os campos com os produtos e descrição de contato para que possam ser encontrados e contratados.

Certo, o pessoal da agricultura familiar não tem traquejo com internet. No entanto, precisam ir se familiarizando. Uma lan-house na cidade pode ser o primeiro ponto de apoio para eles.

O paradoxo é que a cartilha fala dos sites dos órgãos, fala de formulários que devem ser preenchidos e encaminhados por e-mail mas não falam de se fazer um site para os agricultores familiares e seus negócios. Fica aqui o desafio para quem decidir encampar este projeto. Mesmo que seja contatando vários agricultores familiares e promovendo a oferta conjunta deles através de um site ou blog.

Vamos achar juntos este caminho? O convite está feito.

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Fazer blog, IDEIA PARA BLOG, IDEIA PARA SITE
Comentários (3) e Compartilhar

Criar um blog em seu site: estilo e valor na rede

Publicado em 28/09/2013 às 11h10

Outro dia, uma pessoa respondeu assim à pergunta “o que é que você faz”: “sou blogueira”. Uau, virou profissão, quem diria! Nos últimos 16 anos, desde que surgiu, o blog passou por várias etapas, nascendo como diário de adolescentes e chegando hoje a plataforma de profissionais de prestígio. Virou verbo: blogar.

Dos eventos históricos do blog, o melhor aconteceu em 2000, quand o blogger criou um link permanente para cada post, isto significa que se você postasse imediatamente o robô de busca poderia localizar seu post. Além disso, se uma pessoa quisesse fazer referência a um post seu, ela poderia colocar o link do post e, pronto, você já estava ligado a outra plataforma.

Hoje, uma empresa pode, através deste recurso, dinamizar seu site, criando posts regulares que acionem suas palavras-chave na blogosfera e no mundo dos sites. Talvez nem todas as empresas pequenas e m édias tenham se dado conta da ferramenta fantástica que isto representa. Se você tem um editor de sites que lhe permita não só utilizá-lo como criador de sites mas também como criador de blogs, fechou! É a arma perfeita para o marketing digital de sua empresa. É como se a em presa pudesse não só estar lá na rede, como todo dia – ou na freqüência que desejar escrever – movimentar a rede, criar suas marolas, acontecer.

Poderiam me contestar sobre a eficácia, dizendo: “ah! Mas existem hoje cerca de 112 milhões de blogs”. É verdade, e mais que isso: criam-se 120 mil por dia. No entanto, quem tem um site e um blog, tem um valor maior. O post vem referendado por um site que é um conteúdo fixo, sério, comprometido com produtos e serviços ali anunciados  e com um mercado que tem poder aquisitivo. Percebem o valor de um blog empresarial?

Bora criar blog em seu site! Não dá para abrir mão de um recurso assim poderoso.

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Fazer blog
Comentários (4) e Compartilhar

Um blog sobre política que vale a pena ler

Publicado por Marílvia Oliveira em 15/09/2013 às 12h26

Fico lendo nas redes sociais as críticas sobre a situação política do Brasil e acho que são absolutamente inúteis. Motivo? Misturam-se a fotos de aniversário, a mais novinha do cão de alguém, veja que lindo eu beijando minha namorada e assim por diante. Algo bem na linha da moral de botequim da mídia televisiva e, até mesmo, em vários casos, impressa. Denúncias bem feitas misturadas a este vendaval de coisas da vida não funciona a não ser para diluir a revolta e a denúncia – fazê-las perder o vigor com que são emitidas e a verdade que trazem.

Fico pensando se as redes sociais não foram feitas mesmo para neutralizar a moral e a cultura de qualquer país.

O que funcionaria então para a ação política verdadeira? Ações social e juridicamente organizadas seria um caminho. Embora as organizações acabe. sempre tendo um presidente que, envolvido pelo ego, se perca no processo. A resposta é muito ampla para caber em um post. Vamos, então, nos restringir à internet e à ação dos indivíduos.

Considero a ação dos blogs políticos extremamente eficaz. Quem lê um blog como o Vespeiro, do jornalista Fernão Lara Mesquita, sabe do que eu estou falando. Ele não tem papas na língua e existem posts dele que são essenciais e que informam sobre assuntos pouco divulgados pela mídia. Aliás, para envolver os jovens nesta discussão, envie-lhes o link de um outro post do Vespeiro - O Olho de Obama - sobre celulares. Clique aqui.

Todas as denúncias, assim concentradas em um blog, fazem com que você pelo menos fique meia hora lendo e comece a criar consciência não só sobre aquilo que vê ou lê, mas também sobre o que não vê/lê e amplie seus temas de pesquisa. Melhor ainda, gera memória, coisa que os brasileiros, com as investidas de neutralização moral da mídia, vem perdendo progressivamente.

E você, que tem uma posição clara sobre os temas em curso na nossa política, que também lê e se informa o suficiente para decifrar a realidade sob uma objetiva grande-angular – não é hora de dar sua contribuição comprometida e fazer um blog político?

Deixo vocês com a única imagem que me vem à mente quando se fala, nas redes sociais, de assuntos ligados à política nos tempos de hoje, no Brasil. O ano é 1955. E o local The Friar´s Club. James Cagney estava com 56 anos e Bob Hope com 52. Filme: The Seven Little Foys (1955).

Categoria: Criar Blog, Fazer blog, IDEIA PARA BLOG, Redes Sociais
Comentários (0) e Compartilhar

Blog sobre ética ambiental e o dia-a-dia das pessoas

Publicado por Marilvia Oliveira em 13/09/2013 às 08h30

Certa vez fiz uma pesquisa na costa brasileira, para um empresa estrangeira. Andando pela costa, o empresário se espantava de ver o uso indiscriminado dos espaços - área costeira, mangues, etc. - e a forma totalmente inadequada de manter e tirar o pescado nos barcos de pesca artesanal ao chegarem à praia. Isso foi há uns dez anos atrás.

Conversávamos com os pescadores e pessoas da comunidade e eles nos olhavam como se estivéssemos no mundo do faz-de-conta, sem entender nada sobre auto-sustentabilidade, preservação, etc. Hoje esta conversa já é tema de discussões urbanas e disciplina nas escolas. No entanto, muito ainda há a ser feito.

Um blog sobre o tema ajudaria muito a conscientizar as pessoas sobre a preservação, o não desperdício para que, através da prática, este conceito entrasse em seus corações e mentes.

O que é uma área de preservação ambiental? Quais as ações humanas as permitidas em áreas como mangues? O que é tempo de defeso que impede a pesca de certos peixes em períodos do ano? O que é a área onde é permitida a pesca artesanal mas não é aceita a pesca profissional? Quais os cuidados de preservação da pesca incluindo tamanho de pescado permitido, tipos de peixes, etc.?

Enfim, fazer um blog desta natureza pode ser escrito sob o ângulo da chamada ética ambiental, ou seja, onde não só o homem é centro da nossa atenção mas também os não-humanos, aí incluídos os animais, a natureza, enfim o mundo em volta do homem. Com um criador de sites, seria possível abrir uma página sobre cada tema e, nela, abrigar vários sub-temas, com uma abrangência significativa mas devidamente organizado.

Se o blog fosse apenas em cima da questão da ética ambiental poderia sair um blog chato ou muito filosofal. Mas na medida em que situações práticas, como as que citamos, sejam tratadas, ele pode ser um blog que conscientiza até um turista que passeia por uma vila de pescadores e, também, os  próprios pescadores amadores que fazem da pesca um hobby. Pode ainda conscientizar jovens, comunidades e assim por diante, contribuindo para uma nova visão do mundo, dentro de uma abordagem realista, simples e ligada ao dia-a-dia das pessoas.

Imagem: Meio Ambiente Culturamix

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Fazer blog, IDEIA PARA BLOG
Comentários (6) e Compartilhar

Descobrindo o grande céu sobre nossas cabeças

Publicado por Marilvia Oliveira em 08/09/2013 às 20h23

Leio com atenção redobrada o esforço de cientistas no projeto DES – Dark Energy Survey, que pesquisa a energia escura.

Misteriosa e que nem se pode dizer que exista, a energia escura é protagonista de vários fenômenos observados por cientistas. “O objetivo do projeto é entender porque a expansão do universo está se dando de forma acelerada – em vez de desacelerar pelo efeito da gravidade – e sondar a energia escura”.

Uma câmera poderosa foi instalada no Chile para um trabalho de cinco anos onde o Brasil está envolvido. Irão mapear um oitavo do céu – 5.000 graus quadrados, de forma muito detalhada.

Uma das lentes tem quase um metro de diâmetro, neste projeto que irá observar cerca de 100 milhões de estrelas de nossa galáxia e suas vizinhas no espaço, além das supernovas – estrela que explode e se torna tão brilhante quanto uma galáxia inteira com bilhões de estrelas. Observá-las permitirá saber mais sobre a velocidade de expansão do universo. Integra o esforço destes cientistas, o trabalho de brasileiros no LIneA (Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia).

Não sei o que vocês estão pensando mas uma informação como esta me dá vontade de seguir, de saber mais, de entender melhor, de acompanhar sua evolução. Ou seja, a mundo da astronomia é instigante. Fazer um blog sobre o tema pode incluir tanto uma atualização vez ou outra sobre como andam projetos desta magnitude, até discutir como começar uma observação astronômica, que tipo de telescópio se pode usar de forma amadora. Sabia que a astrologia é uma das áreas onde a contribuição de amadores é importante?

Pense no assunto. Um blog como este  não precisa ser didático – como muitos são. Seu diferencial seria trazer ao conhecimento das pessoas trabalhos que ficam restritos ás revistas científicas, assim como estimular as pessoas a se aproximarem da observação do céu, na medida de suas habilidades. Um criador de sites permitirá incluir várias galerias de fotos para que os que ainda não tem seu telescópio mas gostam do tema, possam também fazer suas observações, mas na net.

Leia: Criar Sites

Categoria: Criar Blog, Fazer blog, IDEIA PARA BLOG
Comentários (2) e Compartilhar

A cabeça do ano: tudo pode recomeçar.

Publicado por Marilvia Oliveira em 04/09/2013 às 14h10

Amanhã é o ano novo judaico. Ano 5774. Vai começar no por do sol de hoje e só vai terminar no anoitecer do dia posterior. Hoje, no calendário judaico, é dia 29 do mês de Elul do ano de 5773. Neste dia são lembrados quando Adão e Eva foram criados, seu ato de comer a maçã, da árvore do bem e do mal - e também o dia em que Caim teria matado seu irmão Abel. São momentos de erro humano e, por isso, no Ano Novo Judaico, começam os dez dias de expiação em que os judeus refletem sobre seu ano e pedem perdão, o que acontecerá em dez dias, na data chamada Yom Kipur. Um conceito muito belo do Yom Kipur é a visão dos judeus, neste período, como um só e a possibilidade de, neste processo de expiação, a essência de Deus se unir à essência do homem novamente, através do reconhecimento do quanto se distanciou desta essência.

O judaísmo tem tantos ensinamentos em suas festas e é tão belo que toda pessoa, quer judeu ou não, deveria conhecê-lo em seus detalhes. Há várias festas, todas com um sentido maior, e celebradas com comidas especiais e procedimentos específicos também.

Fazer um blog sobre as festas judaicas, os ensinamentos da Torá, os alimentos, os paramentos nas celebrações religiosas e também os objetos utilizados, é um retorno ao conhecimento de tradições fortes que lembram o humano de sua dimensão metafísica.

O shofar, por exemplo, é um instrumento sagrado que está presente como um som profundo que lembra ao homem sua força para resgatar seu interno. Ele está presente no Ano Novo, quando o mundo foi completado por Deus. A pintura a óleo que ilustra este blog, por exemplo, é de um homem tocando o shofar, feita por Anne Cameron Cutri. Aliás, o trabalho de Anne Cameron sobre a Arte Profética é um bom lugar para se inspirar. Outra inspiração é o filme O Violinista no Telhado. Em algumas locadoras você ainda o encontra.

Este blog interessaria também a pessoas que gostam de rituais pois há rituais judaicos e procedimentos muito interessantes de se analisar e que geram uma boa reflexão em quem lê. Se eu tivesse tempo, eu faria. Estudei hebraico e estes ensinamentos o suficiente para ficar definitivamente mobilizada em meu coração por tudo isso.

As religiões tem este dom – elevam o espírito da pessoa – não importa que religião seja. O ecumenismo, que hoje convoca as pessoas a aproximarem as religiões, é um dos melhores movimentos do mundo moderno. Faz com que a pessoa saia dos limites rígidos de um contexto religioso para ver toda a maravilhosa herança que as religiões nos trazem através dos tempos.

Quem resolver fazer um blog nesta linha, vai encontrar surpresas muito instigantes neste caminho do homem a uma dimensão maior, e vai conceder este tesouro a várias pessoas também.

Leia ainda: Criar Sites

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Fazer blog
Comentários (1) e Compartilhar

Como criar blog

Publicado por Marilvia Oliveira em 29/08/2013 às 21h10

Temos mais de 100 posts neste blog, no entanto, às vezes é bom voltarmos ao básico, até para refrescar nossa mente com idéias novas.

Como criar blog? Primeiro, a idéia. Sobre o que vai escrever? É fundamental o foco. Hoje lia sobre um blog que está fazendo sucesso na Austrália, sobre decoração de interiores. Aqui também o tema é de interesse geral, sendo área favorita nas revistas femininas. Observe o resultado do Google Trends para decoração de interiores x curso de decoração x design de interiores.

O interesse é tão claro que permanece constante o interesse por curso de decoração. Embora não tenha picos - o que significa que o estímulo é mais ligado à decoração propriamente dita do que à informação técnica. O tema "decoração de interiores" teve grande atrativo, segundo Google Trends, de 2009 a 2011, mas agora o que vem crescendo é "design de interiores", provavelmente estimulado pelo número cada vez maior de arquitetos que estão entrando na área. Eles fazem desde o projeto da casa, até o gerenciamento da obra, e terminam na decoração - algo na linha de "turn key" - entregam a chave na mão, para você já morar.

Tudo isso mostra que o tema é muito bom para blog. Só que já concorrido. O que você tem que fazer, então? Selecionar o ângulo de análise. Falar das cores. Ou mostrar novidades nos salões de móveis e decoração. Trazer as novidades das grandes marcas da área. Comece com a área que você mais domina e, depois, aos poucos, experimente novas áreas usando o pinterest ou o instagram, para depois, em função da apreciação recebida, incorporar ao seu blog a nova área.

Como criar blog? Ah! já sei. Você agora está pensando em como criar mesmo, na prática. Para isso não precisa pesquisa nenhuma. Os editores de site lhe dão tudo pronto. Você escolhe o design e faz alterações que lhe pareçam necessárias. Depois você tem os vários recursos que os editores de site lhe oferecem. É fácil e rápido. Com um editor de sites, você pode criar site, blog e até loja virtual. Na área de decoração de interiores, você vai acabar pensando em colocar loja virtual. Para isso, escolha um editor que lhe permita fazer um blog, criar um site ou criar uma loja virtual. Nunca se sabe o dia de amanhã.

Concentre-se, depois de criar blog, em produzir bom conteúdo que, isto sim, requer trabalho e persistência.

Leia também: Criar Sites

Imagem: Blog Interior´s Addict (Austrália)

 

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, IDEIA PARA BLOG
Comentários (2) e Compartilhar

Ao fazer um blog ou criar um site você usa a barra lateral?

Publicado por Marílvia Oliveira em 15/08/2013 às 17h53

Logo que começou a história de fazer blog, começou também um buxixo muito grande sobre a barra lateral do blog. Quem não tinha o que colocar ali, pegava os widgets e inseria coisas do tipo Calendário (sinalizava os dias em que o blogueiro postava), Mais Recentes (eram mostrados os últimos dez ou vinte posts publicados) e assim por diante. Depois vieram os espaços para colocar anúncios e, com isto, monetizar os blogs. Muita gente ganhou um bom dinheiro com isso e muitos, muitos mais, não ganharam nenhum.

Hoje esta coisa de barra lateral vem sendo questionada, sabia? As pessoas estão correndo tanto que entram em um blog ou site e começam a ler o que está no corpo central do blog, ignorando literalmente as barras laterais. Existe quase um comando inconsciente para não ler, algo do tipo "não vou ler se não vou me interessar por algo, clicar e perder lá um tempão". Algo nesta linha...

Então que faço? Destruo a barra lateral do meu site ou ignoro a área ao fazer um blog?

Não precisa destruir, até porque existe um conjunto visual que, preservada uma barra lateral, dá um bom jogo de cena para o todo do seu site ou blog. Mas, ao criar um site ou fazer um blog, fique atento ao que realmente vale a pena colocar na barra lateral. Coisas do tipo: uma promoção. Um link para um resumo de posts importantes do ano passado sobre um determinado tema. Uma novidade.

Enfim, mudou o foco da barra lateral. Coisas sem sentido, como Calendário, caíram. Na barra lateral, poluição é palavrão. Tem que ser limpo, e trazer pouquíssima informação e mais que tudo: ter conteúdo relevante.

Imagem: © Monty Rakusen/Image Source/Corbis

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Fazer blog
Comentários (0) e Compartilhar

Fazer loja virtual ou vender pelo facebook?

Publicado por Marilvia Oliveira em 07/08/2013 às 09h45

Tenho ouvido com freqüência que a pessoa abriu uma página no Facebook, para divulgar seus produtos, e então não vai fazer loja virtual ou criar um site, porque “tudo se resolve lá no face!”

Algumas perguntas que não querem calar:

1 – No face dá para descrever o produto, dizer  quantidade em estoque, dar o valor do produto? Isso é condição essencial para vender.

2 – No face você pode colocar valor de frete, tipo de embalagem usada para cada produto e as medidas ou outras características técnicas do produto? Ah! Isso é condição essencial de transparência na venda, cuja lei está aí pipocando em cima de todo mundo.

3 – No face você pode fazer um blog para ir contando histórias de aplicações do produto, como seu pessoal trabalha na produção, qual a novidade quentinha que está para sair no próximo mês? Até pode mas vai ser duro não ser soterrado pelos outros posts.

Estas e outras perguntas que não querem calar mostram que o facebook é fantástica rede social só que, ao colocar seu post, dependendo do número de pessoas em seu networking, em segundos ele desaparecerá pela montanha de outros posts entrando. Perdeu a chance de falar de seu produto! Já no seu blog, ele ficará lá, primeirão, esperando o cliente entrar e ler.

Facebook é rede social. Texto enxuto, imagem precisa, animação. Mas também é saturação. Já a sua loja virtual é um conjunto de “vitrines”, com produtos totalmente esclarecidos para quem entra, e com um processo de venda estabelecido e claro. Estas coisas se complementam mas não são alternativas. Cada uma tem vida e característica própria.

Imagem: © Clarissa Leahy/cultura/Corbis

Categoria: Criar Blog, Redes Sociais
Comentários (1) e Compartilhar

Posso mudar minha cabeça? A neuroplasticidade diz que sim.

Publicado por Marílvia Oliveira em 06/08/2013 às 19h56

Quando se está falando de redes sociais, é normal ouvirmos de algumas pessoas: “Odeio Facebook”, “Detesto o Google+: não sei por que entrei lá!”, “Gente que usa o twitter não tem o que fazer” e por aí vai.  Para quem vê as oportunidades (o que não quer dizer que não se vêem os problemas) que as redes representam hoje em dia, é triste ouvir estas frases feitas de forma tão fechada. Muitas vezes, o desconhecimento de como atuar na rede social cria esta aversão.

Um post de Daniel Goleman traz um vento novo sobre o assunto. Ele toma como base a entrevista com Mirabai Bush, co-fundadora do Centro Mente Contemplativa, feita por Dr. Richard Davidson, onde se discute a questão da neuroplasticidade. Nosso cérebro muda? A neuroplasticidade diz que sim.

Primeira variável nesta história da neuroplasticidade. Produzimos novas células cerebrais todo dia e isso nos permite mudar, sim. Um adulto produz em média 5 a 10 mil novas células no seu corpo por dia.

Segunda variável.  Nosso cérebro muda quando nossas experiências confrontam nossas crenças. Exemplo: se você é um namorador inveterado e constantemente tem levado foras, você reduz o ritmo com que reinicia namoros para evitar a frustração. Em outro contexto, Goleman cita pesquisas que indicam que, em duas horas de envolvimento em um vídeo-game, você pode mudar seu cérebro estruturalmente.

Terceira variável. O cérebro pode mudar em função de nossos relacionamentos, ou de treinamentos específicos, assim como de novos ambientes em que começamos a viver. Muitas vezes nem nos damos conta de como estas experiências e vivências estão reformatando nosso cérebro. Lembra do ditado "dize-me com quem andas..."?

Se você pensar bem, verá que a neuroplasticidade é um conhecimento sobre o qual vale ir mais a fundo para você ver as inúmeras possibilidades que podem existir para sua vida, se você criar novas experiências. Frequentar novos ambientes, relacionar-se com pessoas diferentes daquelas com que você convive, pode lhe trazer não só novas experiências mas verdadeira mudança de suas crenças e características.

Será que se você ficar dias apoiando o trabalho de uma pessoa que está no Campus Party, seu cérebro não se reformatará para entender melhor as oportunidades das redes sociais, definitivamente?

Lembro-me de que assistir um seminário do Google, na web, sobre o novo momento da internet que estamos vivendo, fez com que eu começasse a ter interesse por apps, internet mobile, e outros temas para os quais tinha certa aversão.

Pare um pouco e pense em suas crenças sobre o que é fazer um blog sobre seu hobby, o que é criar um site rápido com um editor de sites, o que é usar as redes sociais para se divulgar. Enfim, veja se não há experiências que você poderia pelo menos se permitir a fim de ver se não aprende coisas novas e não passa a encarar novas possibilidades em sua vida, com a neuroplasticidade.

Imagem: © Corbis

Ler: Criar Sites

 

Categoria: Criar Blog, Interações
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwB|left tsN fwB|left show fwB|bnull|||news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR b01 c05 bsd|normalcase c05 b01 bsd|login news normalcase fwR b01 c05 bsd|tsN normalcase fwR b01 c05 bsd|b01 normalcase c05 bsd|||