Criar Blog

Por que privilegiamos coletivos da internet ao mundo real?

Publicado por Marilvia Oliveira em 30/04/2013 às 12h28

A Humanidade ainda fala das multidões presentes à crucifixão de Cristo. Falam também das multidões de judeus seguindo para as câmaras de gás. Hoje, multidões de pessoas protestando são notícia permanente nas televisões e jornais. Este é o lado sofrido da Humanidade.

No entanto, existem multidões que se juntavam para ver, animadas, os Beatles onde quer que passassem assim como, hoje, se juntam para ver shows de outros artistas. Ali, jovens e adultos cantam e movimentam o corpo, inebriados pelos shows de luz e som.

Uma celebração interessante aconteceu em 2009, que nos lembra dos Beatles mas também permite refletir sobre como os coletivos se formam também sobre a alegria e a celebração espontânea. Pessoas receberam convite pelo celular para que estivessem na Trafalgar Square, no centro de Londres, às 6 da tarde. Nenhuma outra explicação. Chegando lá, receberam microfones individuais, enquanto em um telão rodava a música e letra de Hey Jude. Um imenso karaokê se formou. A tecnologia permitia que a câmera focasse em uma pessoa e apenas o som daquela pessoa era ouvido, no meio da multidão. Veja o vídeo.

Pessoas bonitas, saudáveis, inteiras na sua alegria, realizando algo que nos distingue – o canto, o sorriso, o embalo de nosso corpo ao som da música, e a alegria da convivência coletiva.

A internet, hoje, nos dá a chance da convivência coletiva. Muitas pessoas reclamam que os jovens estão inebriados com a internet e que se esquecem da família. Teríamos que nos perguntar por que preferem o coletivo da internet do que o coletivo familiar? Por que, depois que decidem criar um site ou um blog, passam tanto tempo pesquisando temas para escreverem para comunidades de internautas, em vez de se sentarem com a família para algo comum? Encontraríamos algumas respostas importantes. Casais se distanciam, cada um em seu computador, interagindo com amigos e parentes na coletividade do Facebook - por que a interação leve e solta do Facebook é muitas vezes melhor do que a interação na intimidade de um casal?

Vale celebrar a alegria dos coletivos festivos e divertidos que a internet tem oferecido e criticar menos, permitindo-nos mais o seu usufruto, sem deixar de colocar um novo olhar sobre os nossos relacionamentos.

Os sioux podem contribuir com estas reflexões. Eles tem um conceito que é “mitakuye oyasin” que representa que todos somos um só, que a estrela da manhã e todas as estrelas do céu estão relacionadas a nós, e também o sol nascente e o sol poente e, enfim, todas as coisas estão inter-relacionadas.

Quando partimos deste ponto de vista, os coletivos surgem como que abençoados por uma nova luz e temos a condição de aceitá-los com maior compreensão, buscando então compreender porque certos coletivos estão em perigo e precisam de cura.

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Redes Sociais
Comentários (0) e Compartilhar

Idéia de blog: informações sobre traduções

Publicado por Marilvia Oliveira em 25/04/2013 às 12h00

Um jornalista trabalha em um dia ou semana com uma determinada pauta e, no final de seu trabalho de pesquisa, produzirá matéria sobre o assunto A ou B. Quando este assunto A ou B voltará à tona? Vai demorar um pouco pois o jornal vive da novidade. Criar blog de informação cobre este espaço pois pode se tornar em repositório de dados de um tema.

O blog pode ter este papel porque, mesmo sendo de variedades, lhe é exigido um certo adensamento por tema.

Vejamos um caso prático – o blog de traduções. Este assunto está ganhando cada vez mais divulgação pois muitas empresas estrangeiras estão entrando no Brasil e precisam criar materiais que sejam transmitidos às suas sedes. Negociações com parceiros internacionais também exigem traduções. Enfim, é uma das áreas cuja tendência é cada vez mais se desenvolver.

No entanto, um tema que pega é o preço das traduções. Existem traduções que são solicitadas por estudantes que elaboram dissertações a serem feitas tanto em português quanto inglês. Existem profissionais que precisam produzir relatórios técnicos e onde gostariam de um aporte de conhecimento muito dirigido sobre a língua em questão. Agências devem preparar relatórios anuais, marqueteiros devem fazer manuais de produtos a partir dos materiais em outra língua, enfim, o uso é variadíssimo e como há vários players no setor, os preços variam no limite. Como criar blog sobre o tema começa pela discussão deste item sensibilíssimo

Para todos existem duas preocupações centrais: onde encontrar bons profissionais e que preço pagar. Paga-se por linha, cobra-se por lauda, como a quantidade interfere no preço? Qual o diferencial de preço entre uma empresa de tradução e um tradutor informal? Enfim, há muita coisa a se descrever, debater e informar sobre o tema.

Sobre tradutores, vale a pena resgatar alguns bancos de dados existentes na internet e ir entrevistando cada um para começar a divulgar o trabalho deles e, com isso, enriquecer o seu site. Invista nesta área, ontem!

Imagem: © Jerome Levitch/Corbis

Leia mais: Criar um blog

Categoria: Conteúdo, Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

Primeira infância: um tema de dois anos para um blog

Publicado por Marilvia Oliveira em 22/04/2013 às 16h37

A criança de 0 a 6 anos vem sendo objeto de grande interesse no país. Programas são feitos e muita gente de conselho tutelar e similares tem ouvido palestras, participado de seminários e debatido o assunto.

Agora em abril de 2013, foi montado na Câmara dos Deputados, em Brasilia, o Seminário Internacional do Marco Legal da Primeira Infância, com a participação de 11 países para debater as políticas ligadas ao tema. 

Como não seu deu muita atenção específica a este grupo até há pouco, agora se chegou à necessidade de se legislar a respeito, para que haja o devido enquadramento de programas, serviços e projetos de organizações não governamentais.

Espera-se que até o fim de 2013, haja uma legislação detalhada a respeito.

Isto vai levar pelo menos dois anos, entre a legislação ser discutida, ser publicada e divulgada, ser transformada em projetos e avaliada pela população e jornalistas. É um excelente tema para criar um blog pois vai haver muita dúvida, muito posicionamento, muita notícia de imprensa e muitos eventos sobre o tema. É o que costuma acontecer.

Vale a pena investir nesta idéia de blog: primeira infância. Você vai fazer um blog que durará, no mínimo, dois anos. Embora a  perspectiva seja bem mais ampla porque o tema cada vez mais vai se consolidar. E você estará estará contribuindo ao fazer blog que traga elucidação para todos os públicos - membros dos conselhos tutelares, público em geral e até imprensa. Busque consolidar o que houver de novo, através de artigos e discuta as notícias em posts especificos. Recomenda-se, portanto, criar um site e, dentro dele, inserir o blog. Plataformas profissionais ajudarão você a já fazer tudo de uma só vez, sem dificuldades.

Imagem: © Hero Images/Corbis

Categoria: Conteúdo, Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

O toque de Midas de seu post

Publicado por Marilvia Oliveira em 21/04/2013 às 18h31

Ao criar um blog, você começa a fazer parte de um universo que tem um ritmo – deve haver uma certa freqüência semanal de posts em seu blog. Mas fazer blog representa também uma cor. Esta cor tem dois ângulos importantes.

Quem escreve posts sempre tem o propósito do blog em mente: dar informações sobre determinado tema. No entanto, por que uns posts pegam e outros não? Porque tem cor! Existem dois aspectos do post que constituem o toque de Midas que transforma o post em ouro puro e lhe dá esta cor.

O primeiro é que as pessoas estão buscando conteúdos que lhes dêem cargas de adrenalina ou energia – isto é dar cor ao post.

- coisas que põem você para o alto e o inspiram e estimulam a dar um passo que está ali suspenso;

- coisas que acordam suas emoções - pode ser  uma risada, uma alegria e até uma lágrima pois a emoção acorda nossa humanidade e nos faz mais gratos à nossa condição humana e menos revoltados com a vida;

- coisas que nos embalam – como uma história, um sonho, algo surpreendente, uma novidade – pois voltamos a ser crianças e aquilo nos encanta e nos dá doce alegria.

Outro aspecto é que o post tem que ser bem escrito – não ser muito grande, trazer infográficos ou ilustrações interessantes e que evoquem o tema tratado. Nosso leitor terá orgulho de ter recebido e irá “repassar” o post, o que é o objetivo de todo blogueiro. E aí não entra só conteúdo mas o cuidado com uma pesquisa de imagem que enriqueça e jogue seu conteúdo para um nível superior. Novamente, a cor.

Estes dois aspetos são o toque de Midas que seu post precisa. Sempre que estiver escrevendo se pergunte se está tocando a pessoa em sua base e se a imagem a fará se sentir fisgada. Seu post tem cor?

Leia também: Criar sites

Imagem: © Stephen Frink/Corbis

Categoria: Conteúdo, Criar Blog, Interações
Comentários (0) e Compartilhar

Criar blog de temas ligados ao meio ambiente

Publicado por Marílvia Oliveira em 19/04/2013 às 19h27

Quando uma pessoa se dá conta de que criar um blog e mesmo criar um site podem ser iniciativas extremamente ricas em sua vida pessoal e social, ela pode procurar temas em áreas que considere relevantes e que devem ter continuidade no tempo - e, evidentemente, temas de que goste.

Como criar um blog ou mesmo como criar sites sobre Meio Ambiente? Os temas são inúmeros: reclicagem de papel, plástico, metais e outros produtos, animais em extinção (para crianças), desmatamento no Brasil (para escolas), desequilíbrio ecológico (ultimamente, não faltam notícias sobre o assunto), poluição dos rios e mares, enfim, é um sem número de temas que podem ser tratados em seu blog. Ele pode ser um blog com vários temas mas, neste caso, cuide para que haja um determinado viés específico que una os vários temas. Como se fizesse um blog de vários temas ambientais voltados para o professor.

O tema importante por si só - se você é uma pessoa consciente, já deu de frente com vários assuntos ligados a este tema. O que mais deve estimular seu trabalho, contudo, é que o tema já foi assumido pela escola, e está nos Parâmetros Curriculares. Dali para a frente, ele só tende a crescer.

Você pode começar com um tema ambiental - como o reúso da água - e se você for um arquiteto ou construtor, discutir as várias opções para este processo, publicar dados sobre economia pelo reúso e assim por diante.

O importante, em tudo isto, é gostar do tema. Você só passará noites e dias escrevendo, divulgando pelas redes sociais, respondendo a comentários e analisando o google analytics do seu blog ou site se realmente seu coração bater forte por ele.

Imagem: © Blue Jean Images/Corbis

Leia mais: Criar sites

Categoria: Conteúdo, Criar Blog
Comentários (2) e Compartilhar

Vamos economizar papel. Ou nem sempre?

Publicado por Marilvia Oliveira em 15/04/2013 às 13h40

Quando os blogs surgiram, eles eram manifestações românticas ou divertidas dos adolescentes. Aos poucos, o mundo adulto os foi assumindo e hoje são espaços inteligentes, riquíssimos de informação.

Em parte, substituíram o papel e ajudam em sua economia? Pode ser. Mas aí é um fato inerente à internet 2.0 que permitiu o compartilhamento sem papel, a formação de uma verdadeira inteligência coletiva, online. Ao criar um blog, tenha em conta esta maravilhosa vantagem competitiva da internet - permitir-nos usufruir do conhecimento, sem o desperdício do papel.

O anúncio abaixo é muito interessante sobre este aspecto, embora traga também o outro lado da moeda. Divirta-se!

Categoria: Conteúdo, Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

Opinião pública: leve em conta em seu blog

Publicado por Marilvia Oliveira em 15/04/2013 às 09h00

O mundo moderno está passando por questionamentos de inúmeros temas: é o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a aceitação de imigrantes nos países desenvolvidos, o uso de armas, enfim, vários são os caminhos de mudanças hoje.

Ao criar blog, a pessoa estará sempre, de uma forma ou outra, emitindo opiniões. É importante este caráter fortemente personalista do blog. No entanto, deve-se cuidar para que opiniões sobre temas delicados sejam tratadas também de forma delicada.

Se há um poder que está cada vez mais claro na sociedade, é o poder da opinião pública. Ela forma verdades, consagra ou destrói personalidades e negócios e, enfim, é um agente de forte pressão para quem quer se manifestar a respeito de algum assunto.

Na dúvida, esqueça o tema ou trate-o com diplomacia. É o melhor caminho a tomar para não cair em desgraça junto à opinião pública.

Imagem: © Hero Images/Corbis

Categoria: Conteúdo, Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

Bon vivant: que tal dar estilo ao seu blog?

Publicado por Marilvia Oliveira em 14/04/2013 às 01h28

A internet é sempre jogo rápido – não só em recursos, mas também em conteúdo. Lógico que você pode escrever seus white-papers, produzindo textos mais parrudos, mas a internet, como base, é ligeira. Até quando se produz um white paper, de texto mais denso,  vários autores já vêm procurando torná-los mais leves, usando muita imagem, abusando de grafismos que dão beleza e arejamento aos textos.

Observem, contudo, que um novo leitor vem surgindo na internet – ele não só quer textos rápidos, com um conteúdo relevante, mas procura estilo. E o que estilo? Trata-se de um texto que evoque a pessoa que escreve. Usa-se mais a primeira pessoa, evita-se, quando possível, o “nós”, impessoal e neutro, espera-se uma posição, um marco de opinião e informação.  Isto é estilo.

Quando há alguns anos atrás, corria-se atrás dos blogs mais lidos, ranqueados como os mais acessados, quase todos tinham um estilo apimentado, alguns até agressivos, e inovadores. Vem daquele momento, esta busca por um estilo.

Cada um se perfila ao lado do blog que tem o estilo que gosta. Para nós, o importante é observar que esta é uma qualidade que seu blog deve ter. Seu estilo é solto e descomprometido? Ou é alegre e divertido? Você tem o perfil de um "bon vivant" e passa conteúdo relativo ao prazer de viver? Pense nisso e, se o estilo nem sempre estiver presente, procure fazer o seu blog ter uma pegada mais pessoal, na linha que escolher. Vai ver que as pessoas vão se ligar mais a você.

Imagem: © the food passionates/Corbis

Categoria: Conteúdo, Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

Desafios para blogs de variedades

Publicado por Marílvia Oliveira em 09/04/2013 às 21h00

Os blogs de variedades se propõem a uma cobertura muita extensiva de temas. Por um lado, podem ser gostoso entretenimento pois não ficam martelando nos mesmos temas mas, por outro, podem perder o mínimo de foco necessário para criarem sustentação. Dê a eles mínima consistência temática para que tenham sucesso.

Imagine que você quer saber sobre destinos no mundo, buscando definir roteiros de viagem. Um blog de variedades pode até trazer conteúdos neste sentido mas dificilmente vai lhe dar o suficiente para escolher seus roteiros. É isto que chamamos de sustentação em um tema.

O desafio central do blog de variedades é, portanto, criar mínima base de conteúdo similar para os temas de que trata.

Exemplifiquemos com a dança. Desde Gangnam Style, com os movimentos inusitados de Psy, e também Harlem Shake, observa-se um movimento cultural interessante onde inúmeras pessoas começam a dançar de um certo jeito, misturando idades, níveis sócio-econômicos, tudo, enfim! Um blog de variedades se adensa no ponto exato quando, pelo menos, traz uns três posts sobre o tema escolhido - abordando em cada um, determinado ângulo do tema. É o caso de postar sobre Gangnam Style, Harlem Shake e, de repente, também sobreMatt, aquele sujeito que vai viajando e levando pessoas a dançarem com ele nos mais variados pontos do planeta.

Ao terminar o post, se ao criar um blog, escolheu a plataforma do sitePX, você terá ainda a opção de listar ao final (sem ter que pesquisar muito, pois o sitePX já resolve isto) os outros posts que falam de temas similares. Veja o comando: “posts relacionados” no administrativo de seu blog no sitePX.

Se tomar o ângulo da dança em grupo - esta inovadora e meio iconoclasta que anda por aí, não esqueça também que há no mundo da publicidade muita coisa interessante a pesquisar e agregar. Veja por exemplo (abaixo) o último trabalho Diesel + EDUN fashion, Pantsula VS Puppets - dirigido por Sean Metelerkamp´s (ele já fez outros vídeos na mesma linha). É uma dança também, meio maluca, com puppets. Tudo a ver com os outros posts que citamos.

Quando você cria pelo menos três posts sobre um tema, consegue defender seu ângulo de análise e criar uma consistência mínima necessária, sem abrir mão de seu propósito de falar sobre variedades.

Leia também: Criar Sites

Imagem:  Visual Mozart/ImageZoo/Corbis

Categoria: Conteúdo, Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

Idéia de blog: receitas, culinária e dietas especiais

Publicado por Marilvia Oliveira em 31/03/2013 às 16h46

Os blogs de receitas, culinária e dietas são dos mais lidos. Vale a pena investir em criar blog nesta linha. Use a plataforma do sitePX para que a parte técnica seja resolvida em minutos e você possa se concentrar no conteúdo e outros aspectos importantes que citamos a seguir.

Crie ou mostre uma persona

A garota está fazendo um doce fantástico e, enquanto o prepara, ela canta Highway to the Danger Zone! Uau, este post vou ler já. As pessoas hoje querem ler sobre receitas, sim, mas que seja em blogs divertidos, onde cozinhar se mostre um prazer especial. Quem cozinha, cantando esta música (Revvin' up your engine / Listen to her howlin`roar / Metal under tension / Begging you to touch and go! – Tradução livre: Ligue sua máquina, ouça ela rugir / metal sob tensão / Você começa a tocar e ir), só pode fazer coisas gostosas porque a alma já está em alegria, entusiasmo, prazer. A música leva direto para o filme Top Gun... Ah! Finalzinho da década de 80. Nem todos vão lembrar. O que vale na persona que conduz um blog é o espírito. Ao criar um blog, saiba que a pessoa que ler quer coisas que mostrem vida e prazer de viver.

Ilustre com fotografias e, se der, vídeos

Além de mostrar-se como uma persona feliz, de bem com a vida, é importante também saber fotografar bem. Quando o negócio é alimento, a dica importante de Felipe Loss é usar luz natural. Só isso? Claro que não, fotografar é arte. Visite o blog dele e saiba mais para fotografar alimentos. O prazer da comida nasce da sua visão e investir nisto é metade do seu trabalho. Outro aspecto importante é fotografar cada etapa da preparação. Depois, anime-se e libere suas criações, colocando as fotos em um site do tipo Flickr, com um aviso de que é foto liberada sob o conceito do Creative Commons (indique CC no campo License) porque compartilhará suas criações e estimulará as pessoas a irem até seu blog.

Hoje, é importante inserir vídeos em um blog de receitas, culinária ou dietas, mostrando a elaboração de um prato ou, para quem está começando, pelo menos um trecho curtinho com as partes mais complexas da elaboração.

Conteúdo diferenciado

Sempre batemos na mesma tecla: diferencie seu conteúdo. Se está falando de dietas, escolha um ângulo (ex. dietas vegetarianas) mas inove. Se forem dietas não específicas, crie grupos de temas como dietas para emagrecer 10 quilos, dietas para pessoas que detestam carne, dietas para desintoxicar. Tudo isto esclarece e entusiasma as pessoas. Quanto mais focado for o seu blog, mais interessará públicos específicos e logo será reconhecido como um blog de referência. Em temas badaladíssimos como os blogs de receitas, culinária e dietas, você precisa investir neste foco. Ou na personalidade que irá demonstrar. Veja o sucesso de cozinheiros como Jamie Oliver, Palmirinha Onofre, Alex Atala e assim por diante - cada um com o seu jeito próprio de ser.

Receita de blog de receitas, culinária e dietas: um perfil curioso e interessante como base. Muito muito conteúdo diferenciado. Pitadas de fotografias e vídeos. Vamos começar?

Imagem (cozinheiro): © Don Mason/Corbis

Leia mais: Criar site

Categoria: Criar Blog
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwB|left tsN fwB|left show fwB|bnull|||news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR b01 c05 bsd|normalcase c05 b01 bsd|login news normalcase fwR b01 c05 bsd|tsN normalcase fwR b01 c05 bsd|b01 normalcase c05 bsd|||